Para alertar os aparecidenses sobre os perigos do trânsito e número de mortes ocasionado por acidentes no município, a Coordenadoria de Educação no Trânsito da Prefeitura realizou uma blitz na última sexta-feira, no semáforo localizado no cruzamento das Avenidas Presidente Vargas e Orlando Mascarenhas Pereira.

A ação foi promovida pela coordenadora de Educação no Trânsito, Claudete Alves de Souza, servidora devidamente credenciada como ‘Observador Certificado’ pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), com o objetivo de atuar de forma ainda mais eficiente na busca por um trânsito seguro e humanizado. As atividades contaram ainda com a participação da pedagoga Jéssica Fassa, lotada na unidade do Detran local, e da servidora Sônia Forni, cedida pela Secretaria Municipal de Educação.

Durante a blitz foram entregues folders sobre o ONSV, adesivados carros com símbolos de práticas não permitidas no trânsito e os motoristas foram orientados a utilizarem o cinto de segurança, transportar criança na cadeirinha no banco de trás, utilizar de modo correto o capacete, não andar de motocicleta usando chinelo e não usar celular enquanto dirige. De acordo com a coordenadora, ao longo desse ano serão promovidas várias ações de conscientização.

De acordo com levantamento feito pelo 15º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, Aparecida do Taboado registrou 83 vítimas de acidentes nos primeiros 4 meses do ano passado, totalizando 5 mortes em abril, quando foram registrados 29 acidentes, o maior índice de 2018.


Carros foram adesivados com símbolos de práticas não permitidas no trânsito.