Na última sexta-feira, na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, ocorreu uma reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR) com a SEMAGRO (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), com a finalidade de tratar sobre o plano de trabalho da patrulha mecanizada, tanto do Sindicato Rural, quanto do município, além de outros assuntos sobre o projeto para novos tipos de serviço para o pequeno produtor rural.

A reunião contou a presença do prefeito Robinho Samara e a SEMAGRO foi representada por Daniel Mamédio, secretário executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS) e Karla Bethânia, gestora técnica da COAFA (Coordenadoria da Agricultura Familiar).

O presidente do CMDR, Wilson Aparecido Queiroz de Lima (Merrinha), agradeceu a presença de todos e destacou a sua finalidade. “Buscamos facilitar o atendimento aos pequenos produtores. Essa é uma oportunidade, através da diretoria, de encontrar uma forma para melhor atender a zona rural”.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, Dulce Lima, destacou que o CMDR é importante para o fortalecimento do pequeno produtor rural.  

O prefeito Robinho Samara participou da reunião e parabenizou a atuação do CMDR.

Na oportunidade, o prefeito Robinho Samara parabenizou a atuação do Conselho e ressaltou que a participação da SEMAGRO na reunião fortalece os objetivos da classe rural. “É muito importante a participação ativa do Conselho. A Prefeitura está à disposição para auxiliar no que for necessário, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente”, falou.

A gestora da COAFA, Karla Bethânia, tratou sobre os programas PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), direcionados aos agricultores familiares. Ela explicou sobre a situação atual de ambos os programas e os desafios para a execução deles devido à falta de recursos.

Karla Bethânia, gestora técnica da COAFA.

Alguns membros do CMDR questionaram sobre as dificuldades em se adequarem às exigências dos programas, principalmente no que se refere às inspeções sanitárias de produtos de origem animal e vegetal (SIF, SIE, SIM), sendo citado um caso de produtor rural do município que enfrenta problemas para a venda de feijão para as escolas. Karla, por sua vez, relatou que o Governo Federal estuda unificar os documentos, a fim de oportunizar melhor atuação dos agricultores familiares em chamadas públicas.

Daniel Mamédio, secretário executivo do CEDRS e Karla Bethânia, gestora técnica da COAFA.

Daniel Mamédio falou sobre a atuação dos Conselhos de Desenvolvimento Rural. Ele salientou a importância de haver debates sobre os problemas do município para que sejam buscadas soluções e apresentadas propostas para serem levadas aos órgãos competentes do Estado.  “É preciso ter um maior envolvimento da população rural. Os moradores devem participar das reuniões do Conselho, para que eles apresentem os seus problemas vivenciados. O Conselho pode e deve ser mais atuante em determinados momentos, visando fazer articulações, no sentido de modificar situações existentes”.

Após ser tratado sobre a Agricultura Familiar, o Conselho colocou em discussão e aprovação o plano de trabalho da patrulha mecanizada do Sindicato Rural, que ganhou um terraceador do Governo Estadual, através da Agraer. Todos os membros do CMDR aprovaram e o equipamento será entregue ao órgão nesta segunda-feira, 05, em Campo Grande, com a aprovação do Conselho.

O CMDR é composto por um representante da Prefeitura Municipal de Aparecida do Taboado, sendo o servidor Wilson Aparecido Queiroz de Lima; um representante da Câmara Municipal, o vereador Gilson Antônio de Barros; três produtores rurais, sendo            Maria Tabuas, José Carlos de Lima e Fernando Carlos da Silva; um representante do Sindicato Rural, sendo o produtor Dartagnan Ramos Queiroz; um representante das cooperativas, o senhor Cesar de Lima Queiroz; um representante do Banco do Brasil S/A, sendo Marcelo Bernardes Pagnusat; e um representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, sendo o senhor Dílson de Matos.

Ele também conta com um Grupo Técnico de Apoio do Conselho Municipal do Desenvolvimento Rural – CMDR, com os seguintes membros: um representante do IAGRO – Departamento de Extensão e Defesa Agropecuária do Mato Grosso do Sul,  Gustavo Michelan de Almeida; um médico veterinário, José Leonardo Pimenta Rossito; um engenheiro agrônomo, Wilson Ferreira Lima Júnior; e um membro da comunidade civil que exerça atividade relacionada a agropecuária, José Carlos Canassa.

Compartilhe com os amigos: