A Prefeitura de Aparecida do Taboado firmou parceria com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para abertura de dois novos cursos pela Universidade Aberta do Brasil (UAB) em Aparecida do Taboado. O termo de Cessão de Uso de Bem Imóvel foi assinado pelo prefeito Robinho Samara, na quarta-feira (14/08), em Campo Grande, na Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD).

Foram disponibilizados dois laboratórios da Escola Estadual Ernesto Rodrigues para a utilização da Universidade Aberta do Brasil (UAB) aos finais de semana ou em datas pré-agendadas. Também está prevista parceria entre a UAB e UEMS, bem como, a habilitação dos cursos pela Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal (CAPES). Com isso, serão abertos cursos de Biologia e Física.

“Entendemos que a cessão deste espaço é adequada para a utilização, tendo em vista a necessidade de espaço para as aulas da Universidade Aberta do Brasil serem ministradas. Além de beneficiar os alunos, essa parceria está alinhada ao fomento da inovação e ciência que o Governo tem investido”, pontuou Roberto Hashioka, secretário de Estado de Administração e Desburocratização.

O prefeito Robinho Samara ressaltou que o investimento na educação através da parceria firmada entre Prefeitura e Governo do Estado viabilizará a efetivação do desejo do nível mais elevado dos sistemas educativos no município.

“Fui muito bem recepcionado pelo meu amigo de longa data, secretário Roberto Hashioka. A concessão destes laboratórios nos possibilitará abrir dois novos cursos pela Universidade Aberta do Brasil e, assim continuar com o sonho de oferecer ensino superior em nossa cidade. Este é um marco importante para Aparecida do Taboado”, disse.

A assinatura do Termo de Cessão também foi acompanhada pela coordenadora de Gestão Patrimonial da SAD, Adriana Moreira.

Ao receber a notícia, o coordenador da UAB de Aparecida do Taboado, Joaquim de Matos, comemorou a concretização da parceria e contou que além dos dois novos cursos a UAB ofertará novamente o curso de Pedagogia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, e uma pós-graduação em Sociologia.

“A vantagem é que agora teremos, além da UEMS, mais duas universidades federais que vão ofertar estes cursos, a Grande Dourados e a UFMS {Universidade Federal de Mato Grosso do Sul}”, contou o coordenador.

Joaquim disse ainda que os vestibulares para os cursos não ocorreram neste ano, até o momento, devido o contingenciamento de recursos do Governo Federal. “As universidades falaram que enquanto não tiver com o recurso na conta, que já foi aprovado desde o ano passado, não vão liberar o edital do processo seletivo, mas a perspectiva é que aconteça ainda neste semestre”.

O coordenador relatou que está em contato com as duas universidades federais e elas se responsabilizaram em fazer um documento com explicações sobre o adiamento e qual a data prevista para iniciarem suas atividades em Aparecida do Taboado. “A nossa expectativa é que soltem o edital ainda neste ano, para ano que vem começarmos os cursos”.

Compartilhe com os amigos: