A empresa HSP Engenharia, que venceu o processo licitatório para as obras de pavimentação e drenagem da Avenida Porto Taboado, começou na manhã de quinta-feira, dia 13, a limpeza da camada vegetal do local.

O prefeito Robinho Samara acompanhou o início das obras e destacou a importância dela para os moradores da região e também para os aparecidenses. “Essa obra vai proporcionar não só melhoria na qualidade de vida dos moradores da região que não vão mais sofrer com a poeira em época de seca e a lama nas chuvas, mas também vai incrementar a economia de toda a cidade”, destacou.

Robinho informou que a Avenida Porto Taboado tem uma extensão de 1.800 metros, e que na primeira fase do projeto serão executados 800 metros de pavimentação e drenagem. “A segunda fase já está em andamento na Secretaria de Obras do Estado e o projeto já está em fase de estudo. A obra também terá emenda do Deputado Federal Carlos Marun, com contrapartida do Estado”, explicou. “Acredito que a licitação ocorrerá ainda em 2017 para a obras ter início no começo de 2018”, adiantou Robinho.

O engenheiro responsável, José Nina Ferreira Filho, explicou que a primeira fase da obra terá uma duração de 180 dias. “Começamos a limpeza da camada vegetal, dentro de 10 dias terá início a drenagem do local, em seguida a terraplanagem, regularização, base (cascalhamento), e, para finalizar, a pavimentação com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ)”, informou engenheiro.

Para o senhor Geraldo Pereira Dias, 86 anos, a terra e a poeira da Avenida tem agravado os problemas respiratórios que ele tem. “Acredito que com o asfalto aqui vai ficar muito bom; moro aqui na Porto Taboado há 40 anos e não troco por nada, agora com o asfalto é que não saio mesmo”, falou.

O morador Sérgio Caetano de Souza, ao se deparar com Prefeito Municipal falou que o asfalto chegou em boa hora, agradeceu a Deus e ao Robinho e desejou que ele faça muito mais pela cidade.

De acordo com Robinho, em 2017, até o momento, o município de Aparecida do Taboado é o único que vem executando obras com emendas federais. “Espero que não tenha nenhuma interferência nos recursos para não atrasar a obra”.

O início das obras também foi acompanhado pelo secretário de Obras, Rafael Alexandre Faria; Presidente da Câmara, Alaor Bernardes (Lolozinho); e o vereador Gilson Antônio de Barros.