Na manhã de terça-feira, 03, o Município realizou uma audiência pública, no Plenário da Câmara de Vereadores, com o objetivo de conhecer e discutir o projeto de lei que instituirá Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2018; os programas e ações a serem inseridas no projeto de lei do PPA (Plano Plurianual) para o quadriênio 2018-2021; além de revisar as diretrizes, os objetivos e as metas da atual administração, para as despesas de capital e delas decorrentes, e para as despesas relativas aos programas de duração continuada que vão alterar a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2018.

Os dados foram apresentados pela analista de finanças e controle, Divina Freitas. De acordo com o relatório, o orçamento para o ano de 2018 prevê uma arrecadação de R$ 120.500,000,00 (Cento e Vinte Milhões e Quinhentos Mil Reais). Este total se refere ao orçamento da Administração Direta, que inclui a Câmara, Prefeitura e os Fundos Municipais e também à Administração Indireta, correspondente ao Instituto de Previdência Municipal de Aparecida do Taboado (IPAMAT).

A Lei Orçamentária Anual prevê a arrecadação das Receitas e fixa os valores para as despesas, tanto para o Poder Legislativo como Executivo, incluindo neste, a Prefeitura, seus fundos e autarquia.