O PROCON (Serviço de Proteção e Orientação a Defesa do Consumidor) de Aparecida do Taboado realizou, na última segunda-feira, 2,  a primeira audiência de conciliação entre consumidor e Energisa.

A audiência foi realizada na sede do PROCON, por intermédio do diretor da unidade, Jary Augusto Silva, com a participação da advogada Fernanda Garcia Gomes e a servidora Vanessa Bárbara.

O consumidor reclamou sobre um corte de energia feito de forma indevida que causou prejuízos a ele. A Energisa, por sua vez, mandou um preposto que teve oportunidade de fazer a sua defesa.

A audiência de conciliação não gerou acordo entre as partes e o caso será levado a esfera judicial. “O município, por sua vez, estuda impor sanções administrativas a Energisa como medida para que fatos como esse não voltem a  ocorrer em Aparecida do Taboado”, afirmou Jary.