Casas sem infraestrutura adequada deram lugar para novas residências na zona rural de Aparecida do Taboado por meio do PNHR (Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR). A Prefeitura de Aparecida do Taboado, Governo Estadual e Governo Federal, por intermédio da Cooperativa de Habitação da Agricultura Familiar (COOPHAF) firmaram uma parceria e construíram 17 unidades para atender agricultores familiares.

Após a entrega das unidades, que ocorreu em setembro deste ano, as instituições reuniram as famílias para uma última conferência na tarde de terça-feira, 28, no Centro Cultural e Pedagógico “Professor Agrício José Tolentino”. O objetivo foi finalizar oficialmente as etapas do programa. Para isso, o presidente da COOPHAF, Aparecido Falconery, esteve no município.

“Este é o fechamento do primeiro PNHR feito no município. Viemos fazer o balanço dos recursos aplicados e conversar com as famílias para avaliar o grau de satisfação de cada uma”, explicou Falconery.

O prefeito Robinho Samara esteve na reunião e agradeceu a participação dos agricultores familiares no programa. “Parabéns a vocês que se dedicaram para participar do programa. Infelizmente dos 50 inscritos apenas 17 foram aprovados pela Caixa Econômica Federal, isso não depende da Prefeitura. É gratificante saber que nossa administração conquistou ao todo 489 novas moradias para a nossa Aparecida do Taboado. No que depender de nós, vamos continuar com o PNHR para atender mais famílias interessadas”, disse.

Estiveram presentes na reunião os engenheiros agrônomos, Wilson Ferreira Lima Junior e Roberto Castro Souto e a veterinária Meiri Miura, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, responsáveis por acompanhar o andamento das obras, fazendo visitas e vistorias.

Como forma de aproveitamento do rendimento da aplicação do programa ao final da reunião cada família recebeu um kit de material, composto por torneiras de pias de cozinha e banheiro, lâmpadas de LED e adaptadores de tomadas.

As casas construídas na zona rural possuem 02 quartos, sala, cozinha, banheiro e uma área de serviço. O investimento para as construções das novas casas foi realizado em parceria entre o Município, Governo Federal e Governo do Estado.